Ganem protocola projeto para criar Fundo Estadual de Proteção Animal

Publicado por Bruno Ganem em

Primeiro passo de projeto que beneficia a Causa Animal foi dado pelo Deputado Estadual Bruno Ganem:

Projeto visa melhorias para a Causa

O Fundo Estadual de Proteção Animal (FEPA) é um projeto defendido por Ganem durante sua campanha. Ele tem o objetivo de viabilizar e destinar recursos para a Causa Animal no Estado de São Paulo.

Projeto: Entenda o FEPA

O FEPA (Fundo Estadual de Proteção Animal) é um projeto com finalidade de promover o repasse de recursos financeiros. Isso será feito através de convênios com municípios e entidades de defesa e proteção animal.

Seu objetivo é garantir a castração, identificação por meio de microchipagem dos animais. O projeto também garante acesso à programas de conscientização sobre posse e guarda responsável dos animais.

O fundo também possibilita viabilizar a infraestrutura e fomento do custeio das atividades de entidades que cuidam de animais silvestres e exóticos. Deste modo, será possível controlar o número da população de animais abandonados, assim como realizar eventos de adoção.


4 comentários

Eliane Gomes de Brito · 8 de junho de 2019 às 3:48

Mto bom que seja aceito logo eles precisam de solucoes de castracao adocao etc e governo ter responsalidade de fazer algo pra q n tenha tanto crueldade .igual a paises q tem chip e assim podera punir donos e abandonos.

Clair Martins Ribeiro Camargo. · 18 de junho de 2019 às 0:14

Ótimo q seja aceito
Para q animais não sofram mais
Muitos e muitos animais
Sendo maltratados e mortos
Por falta de ajuda!!
Agora saindo do papel
E sendo válida essa lei.
Vamos ficar mais tranquilos
Quanto a vida dos animais!!! Parabéns
Deus é bom!!!!!

Maria de Fátima Modesto de Castro · 30 de julho de 2019 às 19:45

Finalmente um projeto saindo do papel.Parabéns.Os animais merecem que alguém pense neles!

ROSEMEIRE Arantes de S telles · 31 de julho de 2019 às 11:03

Que ótimo espero que seja aprovad pois os animais estao abandonadoso e seus donos tem que ter mais responsabilidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *